maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

Pra acalmar o coração estressado. Dezembro 10, 2008

Filed under: arte e mais,diariamente,what's inside — paulamaria @ 1:54 pm
Tags: , ,

If I was young, I’d flee this town
I’d bury my dreams underground
As did I, we drink to die, we drink tonight (8)

beirut_1

 

Absolutamente, mágico. Adorei essa combinação com Capitu. A Globo às vezes me surpreende de modo bom.

 

Para Lacanzinha de mi corazón. Novembro 28, 2008

Filed under: mulherzinha,what's inside — paulamaria @ 1:45 am
Tags: , ,

There’s no way
I’m coming back to you
I’ve just got to say
That everything we did is through
You tried to undermine
The better ranges of my nature
But soon you’re going to find
You should have started talking straighter
Now don’t you worry
I won’t put you down
I’m in no hurry, baby
To see you go to ground
Because it’s true what they say
You know it’s true what they say
You’re only king for a day
I guess you’re happy that way

Well there’s no hope
For peace and reconciliation
You’re quick to play your hand
But what you haven’t learnt is patience
So look before you leap
To tell the world your coloured story
It’s clear your talk is cheap
You’d do anything to get your glory
So spread your wings and fly
There is no doubt
You’re so sorry inside you’ve got something to shout about
Because it’s true what they say
You know it’s true what they say
You’re only king for a day
I guess you’re happy that way

And there’s no love
Ever to be lost between us
I guess this is because
The damage that you’ve done is so grievous
So I hang my head
To dwell on what might have been
But what you left instead
Is pieces of a broken dream

Now don’t you worry
I won’t put you down
I’m in no hurry, baby
To see you go to ground
Because it’s true what they say
You know it’s true what they say
You’re only king for a day
I guess you’re happy that way

So spread your wings and fly
There is no doubt
You’re so sorry inside you’ve
Got something to, something to shout about

Because it’s true what they say
You know it’s true what they say
You’re only king for a day
I guess you’re happy that way

Don’t you see that you’re only king for a day
You must believe that.

[king for a day – jamiroquai]

 

FORÇA na peruca, rapaz.

E obrigada pelo elogio na nossa conversa da festinha.

(: Beijos beijos e sorria, menina bonita bordada de flor. :)

 

La alma latina. Novembro 21, 2008

Filed under: arte e mais — paulamaria @ 1:11 pm
Tags:

Ouvindo Juanes. Isso mesmo. Você algum dia já deve te-lo visto, em algum lugar. Colombiano, assim como outra querida, a Shakira, o Juanes é um fofo. Tem um hit que não sai da minha cabeça, desde quando conheci, uns anos atrás. Fico impressionada como aqui no Brasil a gente não conhece direito e nem valoriza os artistas latinos. Haja europeu e americano pra cabeça. OK, muitos podem argumentar que eu também ouço – e ouço mesmo! – e que tem certos sons que os de lá são ótimos e cheios de novidades, sempre. Eu concordo. Mas sempre senti que tem muita coisa boa aqui e creio que tem muito a se conhecer. O TIM festival, por exemplo, é um ótimo festival pra trazer essa galera, até tentei levantar essa discussão na comunidade do orkut, mas não deram a mínima moral. Quem sabe, alguma hora, eu cante “camisa negra” ao vivo. Mi corazón late por esto!

 

Fofoca. Novembro 20, 2008

Filed under: arte e mais — paulamaria @ 10:15 pm
Tags: ,

mallu-camelo-desenho 

 Será que deu em sobremesa?

O desenho pelo menos é fofo.

Aiquefofoessedesenhodamallucomocamelo!

 

Now she lives inside, someone she does not recognize. Novembro 15, 2008

Filed under: what's inside — paulamaria @ 5:05 pm
Tags: , , ,

On the back of a motor bike
With your arms outstretched trying to take flight
Leaving everything behind
But even at our swiftest speed we couldn’t break from the concrete
In the city where we still resigned.

[Death cab for a cutie – brothers in a hotel bed]

 

Já que ouço. Novembro 14, 2008

Filed under: diariamente — paulamaria @ 12:45 am
Tags: ,

Bom, estou apanhando pra caramba para mudar as coisas aqui. Estava acostumada com o blogger, aí já sabem. Aquela coisa de mudança. O medo do novo, do incerto. O medo de estragar tudo. Hoje na aula de Técnicas de Exames Psicológicos II eu descobri que problemas de respiração/pulmões podem estar relacionados ao medo. Eu sou cheia dessas coisinhas, e sou toda sintomática. Desde o terceiro período do curso eu sei disso. Lá nos longínguos 2006/2, nas aulas de Juan, o professor esquizofrênico. Mas a diferença é que ele é de verdade, do DSM e tudo. Ninguém vai entender nada. O “já que ouço” é o City and Colour, mas já esqueci o porquê do título. Só sei que eu ouço ou músicas raivosas ou tristes. NO GERALZÃO. E não tem jeito. Pra mim, é o que tem de mais bonito, cara. E ponto. Aí fica nesse ciclo vicioso. E o Dallas tem uma voz tão tão. My sensible heart, como ele mesmo diria.