maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

Era para ser um post sobre o riodejanêro. Março 3, 2009

Filed under: what's inside — paulamaria @ 2:42 am
Tags: , ,

Mas vai ser o que saiu hoje, no dia que eu pensava que não sabia mais escrever. Vai ver que não sei mesmo.

De repente, do lugar que estou, já não sei mais. Daqui, sinto que não pertenço. Como se esta vista para o mar fosse desde sempre um quadro emoldurado pelas esquadrias da varanda. Por mim, nunca morei aqui. Pelo que sinto agora, estou longe. Quanto pares de sapatos comprei? Só tenho dois pés e ainda prefiro dançar descalça. Para que tantas roupas no armário, se só voo sem estas? Um pouco hipócrita, dos dois lados, dividida e inteira. Se não sou multilateral, acabo por não ser nada. Não ser já é nada, e nada já é algo. Trocadilho e redundância? Será só idiotice? Será a falta de dor? Certezas de felicidade me roubam em instantes beijo. O amor de minha vida entra no carro e vai embora. O mar está ali de novo. Forado esquadro. Dentro de mim? Preciso de um mergulho.

 

06 de janeiro de 2009. Janeiro 14, 2009

Filed under: what's inside — paulamaria @ 3:46 pm
Tags: , , , ,

Terminei de ler “O caçador de pipas” e comecei o “Laranja Mecânica”. Tive o primeiro porre da vida, digo, porre com direito à passar mal de vomitar, e com isso, perdi parte da festa do reveillon. Chorei as mágoas do mundo depositando as salgadas lágrimas no imenso salgado azul. Me enchi de hematomas pelo corpo, marcas da bebida e das dores que tomei em meu discurso. Fui ajudada por uma desconhecida enquanto Joaquim pegava nossas coisas para me arrastar de volta para casa. Eu não queria ir embora do mar de jeito algum. Compartilhei pela segunda vezum choro dolorido com àquele com quem pretendo passar o resto dos meus ainda muitos dias. Compartilhei também o leito por alguns lindos e ensolarados dias. Faço planos para 09 e aguardo ansiosa. Não recebi muitos votos de “boas festas!”, mas o que chegaram foram bem vindos.