maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

Efêmera. Outubro 14, 2014

Filed under: what's inside — paulamaria @ 7:27 pm

Aquilo que não permanece

Ainda que construa.

Dentro de mim, a alma estremece

Esquenta e esfria, porém, continua crua.

Destino dos corpos é morrer:

De carne, de osso, de espírito.

Ninguém quer é desaparecer.

Escondo o medo, vivo o perigo.

Aquilo que traz liberdade,

Também constitui a imagem do libido.

Dentro do peito, há infinidade

Do corpo que evapora:

Ad infinitum.

(18.out.2013, 12:12h)

Advertisements
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s