maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

Dezembro quase lá. Dezembro 4, 2013

Filed under: Uncategorized — paulamaria @ 10:45 am

Eu te amo infinito
Meu amor não sai do umbigo
Quem te canta não é minha boca
Te amo de dedos e de olhos.

Eu te amo com vontade
E a força de um selvagem
Nem sempre faz sentido
O barulho, o zumbido
Quando te observo das folhagens

Eu te amo calada
Como o começo das manhãs
Como o peixe no aquário
Como o ouvido que aguarda.

Pelos dedos a vida insiste o toque
Pelos olhos o alimento é a paisagem.

Eu te amo porque te quero.
O querer é colorido.
O querer não parece ter fim.

Advertisements
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s