maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

13. Janeiro 22, 2013

Filed under: what's inside — paulamaria @ 1:09 pm

Engraçado como datas comemorativas lembram do resto da vida da gente. Como se sempre precisasse passar aquele pequeno filminho na cabeça, lembrando coisas boas e coisas bem vergonhosas que fizemos… E como chegamos até aqui. Hoje é meu aniversário de namoro e me peguei pensando nisso, enquanto colocava umas roupas na máquina de lavar. A máquina me lembra a primeira coisa necessária pra poder sair de casa e morar sozinha e também pra sair de casa e casar. O resto dos pensamentos foram chegando à medida que eu separava as roupas e depositava no tambor na dita cuja. Pensei em namoros anteriores, em namorados anteriores. Como a gente faz umas coisas, não? Como a gente passa tanto tempo com algumas pessoas que nada ou pouco tem a ver com a gente. E não digo de ouvir os mesmos discos e gostar dos mesmos diretores de cinema… Eu tô falando é de compartilhar uma vida mesmo, sabe? De conseguir sentar e olhar um pouco a frente, nem que seja planejar uma fuga de fim de semana, sem brigas ou mentiras, sem precisar inventar historinhas pra não abrir mão de alguma coisa. É conseguir estar com alguém que é bem diferente de você, mas tudo bem, tudo bem MESMO. Aqui dentro de mim, hoje, tem uma calma grande, que é o oposto de acomodamento. Tenho calma porque consigo ter paz nos sentimentos, consigo confiar na pessoa que está do outro lado, sem ter que o tempo todo provar que meu amor é grande e verdadeiro, sem ter que parecer com alguma atriz de cinema por quem ele revira os olhos, sem ter que esconder minha alegria nas minhas conquistas porque o outro não está em boa fase… Sem ter que deixar de ser eu mesma, mas também saber que o “eu sou assim” não é o melhor dos argumentos numa vida de casal. Na linha da autoajuda “hoje eu aprendi que”, digo que consigo enxergar possibilidades, consigo olhar pra frente, consigo segurar na mão de alguém com uma sinceridade nos olhos e com pés no chão. Fizemos de nós pessoas mais fortes, mais confiantes, em nós, na vida. Acho que é pra isso que um relacionamento serve. E claro, sempre, pra uns denguinhos na rede num domingo a tarde também.

Amo você, Bruno Zardo.

With all my foolish heart.

Obrigada por ser e estar.

Advertisements
 

3 Responses to “13.”

  1. Eu planejo tudo com antecedência, já dia o dia 20 de abril planejado para comemorar o reinicio de tudo. E agora voltou a ser nada.

  2. *ja tinha o dia 20 de abril


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s