maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

Setembro 10, 2011

Filed under: Uncategorized — paulamaria @ 2:01 am

Conseguiu estragar todos os meus dias, de maneira impressionante. Tirar as cores do céu e os sabores das comidas. A satisfação no riso, o contemplamento de um olhar. O ar dos pulmões, a água de meu corpo. Tudo é insatisfeitismo, tudo é falta, em abundância. Meus pedaços me doem, pouco a pouco, intensamente, pra me lembrar que tô viva e está sendo bem insuportável. Queria muito muito fazer algo com esse tanto de nada. Não tem uma coisa que funcione, emperrou tudo, e só consigo pensar é a culpa é sua. Tenho raiva de não ver tristeza escancarada, como a minha. Mas claro, claro que não. Eu ando é “esquisita e estranha”, através de profundas análises de meus perfis, não é mesmo? Toda essa dor sufocante aqui não diz nada e é evidente que um perdão e umas desculpas esfarrapadas seriam suficientes. Porque amor tem que ser burro e cego, no fim das contas. Sinto inveja de casais que circulam, casais que vão a frente, casais que sorriem. De todos eles. Antes, eu era TÃO segura de que produzia inveja nos outros… E jamais gostei desse lugar. Agora sinto coisas horríveis e não sei lidar com nada. Perco o chão. Só encontro palavras. e notícias ruins. E uma lembrança boa. Que só dói, só é latente, só não me deixa viver. E nem morrer.

Anúncios
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s