maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

Pedido de socorro. Maio 13, 2009

Filed under: merda,what's inside — paulamaria @ 2:09 am
Tags:

Hoje eu ouvi dois alertas. Minhas amigas dizem que ando muito chata, mas assim “chata” de distante, muito preocupada, desesperada e impaciente. Minha mãe disse que eu tô muito agitada, que tenho que tentar ficar mais calma, tentar lidar com as coisas de outro jeito. Mas alguém além de mim já parou pra pensar que eu não estou conseguindo fazer isso? E que nisso do não conseguir estou ainda mais sem potência e deve ser por isso que eu não estou mais tão sorridente? Apesar da situação em casa – relação com meus pais e irmãos – ter melhorado bastante no último mês e de também minha vida amorosa estar linda, eu me sinto assim. NÃO é vazio existencial nem falta de algo que me preencha. Penso ser uma angústia com um futuro próximo o qual eu não tenho a mínima ideia de como lidar com ele. Não sei o que esperar nem o que fazer. Sinto que tenho que “investir” agora em situações hipotéticas para me preparar. Preparar para o que eu não sei, ou pelo menos não consigo delimitar. Queria ter um tempo pra mim, ficar sem fazer nada mesmo. Queria ter tempo de me cuidar, depilar, fazer as unhas, cortar cabelo. De ficar deitada na sala, sem me descabelar nos pensamentos. Sinto muita, mas muuuuita, falta da yoga, da dança do ventre. Tempo? ZERO. Dinheiro? Até teria como, me apertando para não pedir mais nada pros pais, senão entro no estresse novamente. Na verdade, não foram dois alertas. Joaquim também me alertou, mas mais conversamos do que ele tenha me advertido de qualquer coisa. Tirei algumas conclusões, inclusive. Minhas pernas estão doendo, tem dois dias que eu estou andando manca. Acho que foi uma resposta sintomática bem freudiana a la Ana O. do meu corpo, dizendo pra mim: se você não diminui o ritmo, diminuo eu. Outra conclusão: talvez o fato de eu ter parado de ir a igreja tenha me trazido um bloco de energias ruins dentro da relação com minha mãe. Antes, mesmo eu indo de má vontade, ela sentia que alguma hora eu fosse ser fisgada de novo, ou algo do tipo. A minha não ida é extremamente violenta em relação à criação de minha mãe comigo. De uma forma que não passa pelo inteligível, veio essa energia negativa. Preciso de benzedeira, banho de cheiro e de pipoca. Alguém me ajuda?

Advertisements
 

4 Responses to “Pedido de socorro.”

  1. manoellamariano Says:

    Aqui em casa tem pipoca.

  2. Ana Carolina Says:

    vc tá precisando de um daqueles dias só pra vc, né? Pra ver o q quiser na tv, fazer tudo quanto tratamente de beleza q existe, só comer as porcarias super gostosas q existem… ;)

  3. Marina Says:

    Darling, conte comigo!!

    preocupações… é com a gente mesmo. Vamos fazer um programa bem pobre, mas bem alegre… nao diminui a merda, mas pelo menos dá um folego.

    beijos e conversa com a gente. =D

    te adoro.

  4. marieyou Says:

    eu posso te ajudar a espairecer… ;)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s