maisum.

é só mais um: dia, minuto, texto.

Grafológico. Dezembro 19, 2008

Filed under: diariamente,what's inside — paulamaria @ 6:01 pm
Tags: , , , , ,

Se é para escrever, então vamos lá. Sempre foi meu escape mesmo. Esta noite, sonhei bizarrices, com direito à aparições de  falecidos e tudo mais. Estou em clima estranho. Além da usual t.p.m., algo esquisito acontece no reino da Dinamarca, mas não sei exatamente o que é. Parece uma onda de coisas ruins, do tipo tempo das “vacas magras”. O que assuta – de certo modo – é que às vezes não importa o quanto você se empenhe nos seus planos, algumas coisas simplesmente dependem de fatores externos não identificados. Não creio que seja a existência de um deus ou qualquer entidade superior, ou ente superior. A fase da fé já foi superada. Superar não é extamenre a palavra mais correta, dado que não se apresentava como um trauma (outra palavra “incorreta” para a designação corrente). Fiquei mais alaiviada ao saber que finalmente minha mãe se pronunciou com uma posição respeituosa ao meu não-credo. Isso sim é digno de nota, visto que será com certeza efêmero, com a maioria dos posicionamentos de minha mãe em relação às minhas opiniões e modos de vida. Como se eu fosse – na maioria das vezes – uma adolescente rebelde em busca de atenção. E sei que as minhas atitudes atuais são sim para a afirmação das coisas as quais acredito e também das quais pretendo fazer/ser num futuro bem próximo. Mas será isso tão ruim? Serei eu tão autoritária e infantil como o quadro que ela pintou de mim? Não existem alidados dentro da minha própria casa, que de minha e própria parece não ter nada em muitos momentos e falas. Rodrigo Lima volta aos ouvidos e já não consigo enjoar. Sim, é uma falta de esperança gritante e também é o sufocar para viver, tardiamente.

 

[escrevi mais ou menos no meio do semestre, mas serve pra agora. achei nas arrumações para o ano novo…]

Advertisements
 

2 Responses to “Grafológico.”

  1. manoellamariano Says:

    Bem começou mexendo nos papéis e na prateleira.. (big size).
    Cara, concordo com o que tu disse sobre o filme, mas ainda
    assim não descartei a possibilidade de ser um bom filme. É mais um retrato de alguém que não precisa ter razão…

  2. marieyou Says:

    é rapaz…. eu inicio então minha tragetória bloguística.
    ;)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s